OMS passa a considerar todo o estado de São Paulo como área de risco para febre amarela

A Organização Mundial da Saúde (OMS) passou a reconhecer todo o estado de São Paulo como área de risco para contaminação pelo vírus da Febre Amarela, recomendando a vacinação para todos os viajantes internacionais que visitarão qualquer localidade do estado. Embora o Ministério da Saúde reconheça apenas alguns municípios do estado de São Paulo como áreas de risco, a OMS optou por reconhecer o estado como um todo, pois não é possível prever o deslocamento interno dos viajantes internacionais pelo estado. Desta forma, para as pessoas que residem no Brasil, as áreas de risco a serem consideradas, continuam sendo as áreas apontadas pelo Ministério da Saúde.

Atualmente, a vacina para viajantes internacionais também é recomendada para os estados das Regiões Centro-Oeste e Norte do Brasil, Minas Gerais e Maranhão, além de parte dos estados da Região Sul, Bahia e Piauí, devendo ser administrada ao menos dez dias antes da viagem.

A melhor forma de prevenir-se contra a Febre Amarela é vacinando-se contra a doença. Portanto, tanto para quem reside em áreas de risco, quanto para quem se desloca para tais áreas, é fundamental estar com a vacinação atualizada.

 

 

Referências

1- Organização Pan-Americana da Saúde, Organização Mundial da Saúde. OMS passa a considerar todo o estado de São Paulo como área de risco para febre amarela [Internet]. 16 jan 2018 [acesso 16 jan 2018]. Disponível em: http://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5580:oms-passa-a-considerar-todo-o-estado-de-sao-paulo-como-area-de-risco-para-febre-amarela&Itemid=820

2 – Governo do Brasil. Ministério da Saúde mantém estratégia para combater febre amarela em São Paulo [Internet]. 16 jan 2018 [acesso 16 jan 2018]. Disponível em: http://www.brasil.gov.br/saude/2018/01/ministerio-da-saude-mantem-estrategia-para-combater-febre-amarela-em-sao-paulo

Leave a Reply

Your email address will not be published.